12 janeiro 2010

Lagarta ou Borboleta

Contado por Nana Maia às 13:31
Reações: 
Penso nas várias qualidades e nos mais variados defeitos que encontramos nas pessoas e em nós mesmos. Os nossos tornam-se mais dificeis de se ver, pois por algum motivo, olhar para dentro de nós é um tanto quanto complicado.
Penso também naquelas fábulas que ouviamos quando crianças como a da lagarta e a borboleta. Mas a relação, que acaba por não ser exatamente uma relação quando se fala de apenas um ser, é o conto da lagarta e a borboleta. Conhece?
Não sei se alguém escreveu sobre isso, mas por algum motivo me veio á cabeça hoje, o tanto de nós mesmos que existe nessa historinha.
Quem é o tocado, o modificado por Deus? Ou evoluido espiritualmente, intelectualmente...que seja.
A lagarta ou a borboleta? Quem é você?
A lagarta não é lá tão bonita, devora as folhinhas das plantas, é asquerosa em certos aspectos...É individualista, se fecha em seu casulo e após algum tempo...
Mas se movimenta com graça, se alimenta do que a natureza lhe serve, e quando sente que cresceu se fecha em seu mundo, reflete sobre o que viveu e resolve ser alguém novo.
Metida a tal da borboleta com todas as suas cores, seu vôo é como um ballet, graciosa! Onde está a antiga lagarta? Ela te responde:
"Estou aqui, dentro de mim sou a lagarta de sempre, a diferença é com que olhos vocês olham quem está ao seu redor. Antes não era admirada, invejada, antes ninguém tentaria me tocar, tinham repulsa de mim. Hoje querem sentir a textura aveludada de minhas asas. Mas eu fujo. Me refugio no mais alto dos galhos. Tenho medo."
Penso que caso aconteça de a sociedade aceitar seus iguais, tê-los como irmãos. Deixaremos de almejar a borboleta que mora em nós e aceitaremos ser a simples lagarta, que não precisa de nada além do que já tem para ser feliz.
Não se feche em um casulo para fugir do mundo lá fora. Convide alguém para o seu mundo!

0 Contos:

Postar um comentário

 

Contos de M.Maia Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos