27 setembro 2011

E é como diz o Antoine de Saint-Exupéry

Contado por Nana Maia às 17:49
Reações: 
0 Contos

18 setembro 2011

Perdemos para Deus

Contado por Nana Maia às 08:01
Reações: 
0 Contos
Fui impulsionada a falar sobre essa mulher apenas hoje, a dez dias de completar um mês de seu falecimento.

Para você, leitor, talvez essa mulher não represente muito, mas só de olhar seu sorriso, sei que ao menos ternura sentiu.
Ela despertou ternura e mais que isso, muito mais.
Amor, felicidade e alegria, alegria principalmente.
Mas depois de tudo o que mais marcou é a luta, e essa é guerreira.
Esta é Maria, um nome simbolo da luta, do sofrimento e do amor.
Saudade é a palavra do sentimento que carregamos no peito a partir de agora, e nem por isso
a dor no peito se torna menor. Não mesmo!

Então ame muito pois a vida é um sopro de Deus que vem forte mas se apaga e ai... não tem mais jeito.
E agente só dá valor quando perde. Infelizmente...
No caso dela foi diferente, pois esta daí foi amada com cada parte do coração de cada um de sua família, e sua alma brilha junto a Deus iluminada por este amor que ainda vive e vai viver para sempre.

Então, perdemos para Deus. E Ele, ganhou um presentão, um pacote de risadas marcantes, sorrisos e uma Maria muito, muito especial!!!

14 setembro 2011

Contado por Nana Maia às 12:19
Reações: 
0 Contos
A preguiça é uma safada! E tá aqui me possuindo toda!

Mural

Contado por Nana Maia às 08:44
Reações: 
0 Contos
No meu mural, pregarei o nosso amor, para poder olhá-lo sempre que me deitar.

Nele colocarei também a chuva, para poder adormecer calmamente...

Quem sabe coloque também algumas flores, flores são boas companheiras, cheirosas e românticas...
mas colocarei apenas aquelas que se soltam rebeldemente do galho... não sou de matar nada, quem dirá flores!



Mato mesmo só a saudade, mesmo assim, esta, teima em resistir e é só vocé sumir por um segundo e lá está ela voltando á vida.

Pregarei você no mural, nele tudo tem vida, então o verei sorrir para mim e a saudade estremecerá, mas somente cederá quando você estiver aqui, juntinho.

13 setembro 2011

Contado por Nana Maia às 17:43
Reações: 
0 Contos
"... é que não sou um ator, e se eu sinto dor tenho que chorar."

Frase do dia

Contado por Nana Maia às 17:11
Reações: 
0 Contos
"O vento que trás sofrimento, que sopre em outro lugar!"

12 setembro 2011

Estamos juntos nessa.

Contado por Nana Maia às 15:35
Reações: 
0 Contos
Estamos juntos nessa.

Isso ai de sofrer, chorar e querer ir embora para nunca mais voltar...
Tamo junto!
Também para sorrir, se amar e palpitar o coração.
Somos um!
Para planejar, construir e concretizar.
É isso ai!
Amar não é perfeito, não é como nos filmes e não damos pausa quando desejamos...
Viver o amor são todos os espinhos e todos os beijos.
TE AMO!

09 setembro 2011

Nossa verdade nos conduz

Contado por Nana Maia às 08:49
Reações: 
1 Contos
Ela olha o céu. Ela observa o suave movimento das nuvens (São de algodão sim! — ela afirma a si própria) e sorri, pois tudo é do jeito que ela quer que seja. Já que os outros perdem o precioso tempo crendo em outras verdades quando o que mais importa, é o que levamos no nosso coração!

02 setembro 2011

Preste bem atenção!

Contado por Nana Maia às 09:18
Reações: 
0 Contos

Ando devagar porque já tive pressa,
E levo esse sorriso, porque já chorei demais,
Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe,
Só levo a certeza de que muito pouco eu sei, ou
Nada sei...
...Penso que cumprir a vida, seja simplesmente
Compreender a marcha, ir tocando em frente...
...Todo mundo ama um dia, todo mundo chora,
Um dia a gente chega, no outro vai embora,
Cada um de nos compõe a sua história, cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz, e ser feliz...
...

01 setembro 2011

Contado por Nana Maia às 16:07
Reações: 
0 Contos
Qual seria o remédio para os problemas?

Ora! Resolvê-los!

Mas e quando não são seus os problemas, e mesmo assim te afetam?
E quando tudo te sobrecarrega a mente e o corpo?
E se não está se achando tão feliz quanto antes, tão bonita, ou tão disposta, ou tão realizada!?

Pois é. Tô assim. E de nada adianta o desespero.

Uma verdade

Contado por Nana Maia às 09:28
Reações: 
0 Contos

Momento de Sabedoria

Contado por Nana Maia às 09:13
Reações: 
0 Contos

Frase do dia

Contado por Nana Maia às 09:09
Reações: 
0 Contos

 

Contos de M.Maia Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos