01 dezembro 2010

Ser estar - palavras ao léu

Contado por Nana Maia às 14:59
Reações: 
No meu normal eu te diria, deixe cair as máscaras, seja você e dane-se o mundo!
Mas radicalismo para quê?
Todos precisamos de um personagem, para esconder de quando em vez o nosso eu verdadeiro eu...
Temos essa inconsciente necessidade de assumir uma coragem que não temos, vestir um sorriso que não é nosso, assumir atitudes que normalmente nos arrependeríamos, mas não, este não é você, o que tem?


"Brincando de ser estar..." como diz O teatro mágico.

0 Contos:

Postar um comentário

 

Contos de M.Maia Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos