15 janeiro 2011

Chove

Contado por Nana Maia às 14:39
Reações: 
Que a chuva continue apenas poética,
Embelezando
Romântica.
Sem lavar por demasiado onde o que resta apenas a purificar são
Vidas!

0 Contos:

Postar um comentário

 

Contos de M.Maia Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos